sábado, 24 de novembro de 2012

The EyeSee, ui!


Um manequim que através de um software pode reconhecer o rosto de criminosos e até impulsionar vendas, essa foi a invensão da empresa italiana Almax.
 Chamados EyeSee, o manequim tem uma câmera embutida em um olho e um software de reconhecimento facial, semelhante aos utilizados em aeroportos, que registram o sexo, idade ou etnia de pessoas que param na frente da vitrina. O objetivo é além de dar mais segurança aos comerciantes, poder  impulsionar as vendas registrando o gosto pessoal de cada cliente. Para atualizar a tecnologia do Eyesee, a Almax está testando um software que reconhece palavras para permitir que os varejistas saibam o que os clientes dizem sobre as roupas exibidas nas vitrinas. A empresa italiana também planeja adicionar telas ao lado dos manequins para sugerir produtos relevantes para os clientes de acordo com seu perfil.



Os EUA e União Europeias autorizam o uso de câmeras para fins de segurança, mas neste caso de saber até o que os clientes falam, levantam questões legais e éticas. 
 Eu acho válido para reconhecer possíveis roubos, mas para saber qual o gosto do cliente e até o que ele fala sobre as coleções, é totalmente invasivo, não?
 O custo para toda essa tecnologia é em torno de 4000 euros. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário