quarta-feira, 16 de março de 2016

Bourjois

Para quem acha que a Bourjois é uma segunda linha da Chanel, vem conhecer a  história de uma marca que tem mais de 150 anos, acompanhando as evoluções tecnológicas e de comportamento feminino.

Era 1862 e numa área de Paris chamada Grands Boulevards, o ator Joseph-Albert Ponsin, viu a necessidade de desenvolver um produto que clareasse a pele dos atores e atrizes e começa criar receitas caseiras, o sucesso foi tamanho que 1 ano depois, ele já tinha sua própria loja de cosméticos, higiene pessoal e perfumes. Alexandre Napoleão Bourjois compra a boutique e coloca o seu sobrenome.

A primeira criação foram bastões cremosos e coloridos, que serviam pra pele, lábios, bochechas e olhos. Os nomes eram curiosos como Jealouse Lovesick, o produto foi desenvolvido para os palcos..


Em 1863 é desenvolvida uma tecnologia de cozimento dos pós para que eles se tornassem compactos, a embalagem redonda do blush e pó viram símbolo da marca.


A venda dos produtos se espalha e começa a ser usada por mulheres da sociedade. A  frase  das embalagens  foi alterada para ” Produtos de beleza especiais para as senhoras”.


Em 1979 o pó de arroz Java, que clareia a pele e deixa mais aveludada é desenvolvido  e vende milhões em diversos países.

1898, Ernest Wertheimer, que também possuía a divisão de perfumes da Chanel entra na empresa. A marca lança um catálogo com mais de 700 produtos, incluindo sombras, esmaltes, dentífrico, loções capilares, batons , lenços perfumados,  pomada húngara para modelar bigodes e até cigarros perfumados.


No final do século XIX, a marca desenvolve um kit de maquiagem, com pó, blush e batom, tudo em uma caixa requintada, com um espelho. Com essa ideia, a marca passa a liderar a venda de maquiagens.


Nos anos 20, a Bourjois apoia a emancipação feminina com cartazes que influenciam as mulheres à desenvolverem sua própria personalidade.

O Mon Parfum nasce em 1924, produzido por Ernest Beaux ( o mesmo que desenvolveu o Chanel 5).  Nos Estados Unidos, fica conhecido como “Uma Noite e Paris” e se torna um objeto de desejo, nos anos 30.

Em 1936, a Bourjois cria um anuncio incentivando o direito de voto das mulheres.


Os kits de maquiagens e perfumes aumentam cada vez mais e é desenvolvida uma caixa musical.

Mais uma estratégia de marketing da marca foi criar a personagem Babette, uma ilustração de uma jovem parisiense e suas aventuras, divulgadas em jornais e revistas.

A marca também foi a criadora da máscara de cílios com ponta dupla e das embalagens dosadoras de pó.
Um detalhe interessante é que 90 % das pessoas que trabalham na empresa, de gerencia à criação, são do sexo feminino.
Para matar a saudade, embalagens vintage são lançadas anualmente para colecionadores <3

A make-up artist Camila Abu-jamra ama e usa a base Healthy Mix, já ouvi ótimos comentários sobre o corretivo líquido da mesma linha, outro produto incrível é o delice de poudre , ele vem em forma de chocolate, bronzer e iluminador.


E você que usa produtos Bourjois, compartilhe a sua opinião aqui no blog.
Até a próxima história.
Imagens: reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário