quarta-feira, 16 de março de 2016

Secos & Molhados


A importância da maquiagem para compor personagens e a força da imagem gerada por ela. O trio Secos & Molhados é uns dos grandes exemplos brasileiros de como compor uma imagem forte e única. A exemplo da luso/brasileira Carmen Miranda que construiu um estilo autentico, o trio formado por Ney de Souza Pereira (Ney Matogrosso), nascido em Bela Vista, Mato Grosso, Gerson Conrad, paulistano e João Ricardo Carneiro Teixeira Pinto, nascido em Ponte do Lima, Portugal , chegou a vender 900 mil cópias  em poucos meses, quando o maior vendedor na década de 70, Roberto Carlos, vendia  600 mil cópias. 

                                                                                      Ney Matogrosso

Ney era artesão, ator e já tinha trabalhado até num hospital, quando  João Ricardo ouviu falar de um timbre diferente a acabou convidando para o projeto, mais tarde Gerson, vizinho de João Ricardo é chamado.                                                                Capa do disco Secos & Molhados

Existem duas versões para a maquiagem da banda:

Ney por muito ouvir falar da exposição a mídia resolve usar a maquiagem como uma forma de proteção. Ele não queria ser reconhecido e maquiado ou mascarado se sentia livre, tão livre que fazia performances únicas. Uma voz feminina com o corpo exposto, a cara pintada e um rebolado hipnótico.

                                                                                   Secos & Molhados

A segunda versão, é que no dia da estréia  do secos & Molhados no teatro Ruth Escobar, Ney, ator da peça A Viagem, no próprio teatro, se atrasou e chegou com a maquiagem da peça, uma amiga da banda complementou com purpurina e os outros integrantes foram maquiados também.

Acho a primeira versão do próprio Ney, mais poética e é lindo pensar e ver que ele usa uma máscara protetora. Já a segunda versão é lógica.

 

A mistura do corpo nu, cara pintada, voz feminina, rebolado e letras poéticas levou a banda a alcançar mais de 25 mil pessoas num show no Maracanãzinho em meses de carreira.

Show no Maracanãzinho

A polêmica do Ney acusar o Kiss de cópia, foi desmentida, pois existem fotos da banda Kiss maquiada antes do show no México.

“…o Kiss é que copiou a gente! A banda já era um estrondo no Brasil e fomos ao México. O sucesso lá foi tanto que ficamos mais uma semana. A Billboard tinha publicado uma foto nossa de página inteira e dois empresários americanos quiserem me levar para os EUA. Recusei a oferta: ”Estou começando uma história no meu país e quero dar seqüência a isso”. Não queria acabar como Carmen Miranda. Inclusive disseram que minha imagem era boa, mas que o som tinha que ser mais pesado. Eu não ia mudar nosso som por causa disso. Viemos embora. Uns seis meses depois começou o Kiss, com uma maquiagem como a nossa e um som mais pesado”. ( Ney Matogrosso)

 

Os Dzi Croquettes, grupo teatral de 1970 também levou rostos maquiados, androginia e glitter para os palcos.

                                                                                       Dzi Croquettes

Images: reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário